23 de novembro de 2009

Personagem: Professor Pedro Stucchi Sobrinho - falecimento

O professor de Educação Física aposentado da Unicamp e do colégio Culto à Ciência, Pedro Stucchi Sobrinho, morreu neste 23 de novembro, aos 90 anos em razão de complicações pulmonares.
Acima fotos de 1954 e abaixo de 1961.


Prof. Stucchi, nascido em Capivari, morava em Campinas desde a década de 1950, se formou na primeira turma de Educação Física da Universidade de São Paulo (USP). Por aproximadamente 10 anos atuou na Faculdade de Educação Física da Unicamp e muitos alunos do Culto à Ciência passaram por seus treinos. Tendo lecionado por quase 30 anos no colégio.

Acima foto de festejos na década de 1970. Ao seu lado mãe da atriz Maitê Proença; a qual lecionava no Culto à Ciência.

Ele era o patrono da Associação dos ex-alunos do Culto à Ciência; também ocupou o cargo de Delegado Regional de Educação Física de Campinas pela Secretaria de Esportes e Turismo do Governo do Estado de São Paulo por mais de 15 anos.

Foto de 1998 e ao fundo o frontão do colégio Culto à Ciência; onde dedicou grande parte de sua vida.

O seu sepultamento aconteceu na tarde do mesmo 23 de novembro, no Cemitério do Flamboyant e foi acompanhado por familiares, amigos, muitos ex-companheiros de trabalho e ex-alunos.

Um comentário:

Peter disse...

Aos familiares um abraço.
Ao Professor um agradecimento.Foi responsável por grande parte de minha formação. Morava sózinho em Campinas e estudava no Culto. Era dono de minha vida. Com duas cadernetas, a boa levava para Valinhos com presença e notas boas. A segunda nem preciso dizer. O Professor Stucchi praticamente me adotou. "Sem presença e boas notas não podes praticar esportes após as aulas". Mudei totalmente. Iniciou-me no volei e no convivio esportivo. Disputei Jogos da Paulista e Jogos Abertos sempre com o Professor me orientando. Aprendi o que é ser militante de um clube, Regatas, pois fui levado por êle para jogar volei pelo clube. Quando bem encaminhado na vida, com filhos esportistas e com bons principios, fui ser presidente da Hípica e tive a felicidade na épóca de dizer e agradecer ao Professor tudo que ele fêz por mim. Choramos juntos e abraçados. Disse-me êle que não sabia o que tinha feito. Nem precisava saber, todos nós sabíamos o que este GRANDE HOMEM fêz por todos.
Peter Walker