28 de agosto de 2008

Memória Fotográfica: Rua Barão de Jaguara proximidade do Largo do Rosário em 1952

Clique sobre a imagem e verá coisas interessantes.

Uma delas; sobre o prédio na esquina das ruas General Osório e Barão de Jaguara verá a propaganda da fábrica de bebidas Colúmbia e da cerveja Mossoró. Ache outras e deixe comentário no blog.

5 comentários:

Anônimo disse...

Marcos,

Essa foto deve ter sido tirada de cima do ex-cine Rink.Em 1952 ele já tinha caído. Percebe-se que a Rua General Osório tinha mão invertida. Ao lado desse prédio que vc descreve, está o Giovanetti. Mais ao fundo vê-se as arvores próximas ao "quadrado" e mais a direita o Jockey Club e a rua Dr. Quirino. Marcos, se vc tiver alguma informação sobre o "quadrado", por favor, coloque aqui. Obrigado,

Carlos Olivi

Luiz disse...

Gostei muito da foto, principalmente pela definição da imagem. Dá para ver vários detalhes interessantes.
É de uma época em que começaram a proliferar os arranha-céus.
O casarao do Giovanetti continua o mesmo, felizmente. Mas havia um casarão muito lindo do seu lado esquerdo, que nao existe mais.
O que resta ainda hoje e que precisava ser restaurado urgentemente é o casarão do Eden bar.

Anônimo disse...

Acho que o monumento devia voltar para o largo do rosário. Hoje, está em uma área muito degradada.
O predinho de esquina ao lado do Giovanetti não existe mais e não faz falta nenhuma, era horrível, a cara do Prestes Maia. Aposto que foi ele que demoliu o que havia antes.

Anônimo disse...

Impressionante como havia uma mata enorme, tão próxima do centro.
Dá para vê-la ao fundo, na direção do Botafogo, Culto à Ciência.
Hoje em dia, a única mata que temos é a de Souzas, Joaquim Egídio. Que agora o prefeito quer derrubar.
Está na hora do planeta Terra reagir!
Sacudir essa raça humana como se fosse pulga.

Eduardo Matos disse...

Seria a chaminé que se vê no quadrante superior esquerdo da foto pertencente à fábrica de Chapéus Cury? Pelo visto estava funcionando a todo vapor. A mata que se vê ao fundo me parece que é o Instituto Agronômico. Concordo com o amigo que disse que o monumento de Campos Sales deveria voltar ao Largo do Rosário. No local em que está, corre o risco de ser atingido por um ônibus qualquer dia, além de que atrapalha o trânsito da Av. Campos Sales.