19 de março de 2009

Curiosidades: Pontilhão Cia. Mogiana sobre a av. Brasil

Uma série de reportagens entre março e junho de 1982 mostra o fim do pontilhão que existiu no local. Divirta-se!




Abaixo o local em 2009.








Abaixo o local em 2009.




O mapa do satélite mostra o local em 2009. O centro do retângulo era onde existia o pontilhão.

6 comentários:

Ralph Mennucci Giesbrecht disse...

Excelente, excelente mesmo, sua matéria sobre a demoliçao da ponte sobre a Brasil em 1982. Curioso que, a partir de uma certa época, tudo o que se relaciona a ferrovias ou mesmo a bondes torna-se algo "terrível, que barra o pogresso" (sem r, mesmo) para as pobres cidades. E notei também que a ponte resistiu bastante para cair. Sinal de que antigamente se fazia coisa resistente (nenhuma novidade, certo?).

Ralph M. Giesbrecht disse...

Excelente, excelente mesmo sua materia sobre a demolilçao da ponte sobre a av. Brasil em 1982. Note que tudo que se refere a ferrovias ou bondes, desde os anos 1960, tornam-se uma ameaça Às cidades, um perigo - lavagem cerebral, msmo. E olhe que a ponte demorou a cair - sinal de que realmente as construções antigas eram muito sólidas e previstas para durar muito tempo. Abraços

J.M.Fantinatti disse...

Ralph, Você acha que teve "algum dedo" das empresas de combustíveis, pneumáticos, fabricantes de carros? Eu respondo; COM CERTEZA HOUVE...Mas como vc diz é o "pogresso". Isto é o Brasil; tudo por um "míseros" dólares/euros. E a o patrimônio histórico que se lasque.

Ralph M. Giesbrecht disse...

Naquela época, ainda não havia uma consciencia real sobre preservação. Começava a haver. Eu acompanho essas barbaridades desde o final dos anos 1970. Agora tenho um blog sobre isso, mas quem lê? De qualquer forma, a "lavagem cerebral" sobre ferrovias, especialmente sobre os bondes, foi uma vergonha nos anos 1960, eu acompanhei isso, mesmo tendo apenas 14,15 anos na época. Foi muito bem feita. Teoria da conspiração?

J.M.Fantinatti disse...

Ralph, quando diz "que tenho um blog"; vc tem um blog? ou está citando o meu blog? Se for o meu; tenho uma média de 50 pessoas que o lê diariamente. Pois acompanho as estatísticas de acessos. Isto é um começo.

Fabio disse...

1982 foi o ano no qual eu nasci. Que havia uma linha férrea ali eu sabia, mas desconhecia a sua natureza. Muito obrigado por ter conhecido mais um pouco da história da minha cidade!

Quanto à ponte, ela realmente deveria ter sido demolida, mas não para ficar aquela ferida aberta até hoje e sim para ser substituída por outra ponte, numa linha ativa e duradoura. Pois já em 1974 (ou 1975) a linha fora abandonada.

Mas as ferrovias foram sistematicamente destruídas no Brasil...

...e Campinas tem hoje uma enorme ferida em seu coração, um leito com várias situações: abandono ao mato, transformado em comércios, hortas, até praças (como nas imediações da Rua Ary Barroso), abandonado a ponto de se tornar a cracolândia campineira.

Lamentável.